quinta-feira, 26 de abril de 2012

Polícia mostra pontos das BRs com maior número de mortes

O acidente que matou cinco jovens que seguiam de São Mateus para a Bahia, na última sexta-feira, deixou em alerta aqueles que planejavam pegar a estrada neste fim de semana prolongado, em função do Dia do Trabalho. Para redobrar a atenção dos que forem viajar, A GAZETA fez um levantamento, junto à Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos 15 pontos de estradas federais no Espírito Santo em que mais se registraram mortes no ano passado.
No topo desse ranking, com oito vítimas, estão um trecho da BR 262, após a descida da Segunda Ponte; e outro na chegada de Fundão, na BR 101, no Norte.
Ao todo, nove dos pontos mais perigosos ficam na 101 Norte. Quatro estão na 101 Sul e dois na BR 262. De todos esses 15 trechos – cada um abrange 1,9km –, três ficam nas proximidades no bairro Planalto Serrano, na Serra.

O inspetor da PRF/ES, Walter Mota, diz que, nas áreas urbanas, o número de acidentes é sempre maior, em função do fluxo intenso de veículos. Mas batidas em zonas rurais são sempre mais perigosas e costumam causar mais mortes.

Mota destaca que, entre as principais razões para esses acidentes, estão o excesso de pistas simples e o abuso na velocidade. "Em regiões de grandes retas, o risco aumenta. O motorista se sente mais estimulado a ultrapassar. Buracos e sinalização são outros vilões."

Frederico Goulart
fgoulart@redegazeta.com.br

www.gazetaonline.com.br

Nenhum comentário:

Jogo Pacman