quarta-feira, 19 de outubro de 2011

União Europeia faz pesquisa em Cariacica


O estudo é sobre transferências de metodologias para logística em Cariacica
Matéria retirada do site da Prefeitura Municipal de Caricica http://www.cariacica.es.gov.br/

University of Leeds na Inglaterra
A University of Leeds, na Inglaterra, está estudando as possibilidades de melhorias do trânsito da Avenida Expedito Garcia e demais regiões de Cariacica. Através do projeto “Transferability of urban logistics concepts and a practices from a world wide perspective”, o município foi escolhido com um caso estratégico para entender cidades de médio porte que apresentam crescimento industrial e grande circulação de cargas.

O estudo está diagnosticando as deficiências e as potencialidades do espaço urbano de Cariacica para entender como buscar soluções para melhorar a mobilidade da cidade. Desde o início do ano, o especialista Paul Timms da University of Leeds (UK) tem feito visitas técnicas periódicas ao município. Hoje, às 14h, na Companhia de Desenvolvimento de Cariacica, o especialista se reúne com empresas e autoridades do governo para discutir possibilidades de sistematizar carga e descarga na região. Participam representantes da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Ceturb-ES, Companhia de Desenvolvimento de Cariacica (CDC), Transcares, Secretaria de Estado e Obras Públicas (Setop-ES), Câmara Municipal de Vereadores, além de membros da Prefeitura Municipal de Cariacica.

O especialista Paul Timms da University of Leeds
O foco do projeto é realizar transferência das medidas que são implementadas para facilitar o transporte de carga, entre cidades da Europa e América Latina. Foram escolhidas três cidades para análise: Lima, no Peru, Belo Horizonte e Cariacica, no Brasil. “Cariacica é uma cidade muito interessante porque é uma cidade relativamente pequena, mas que tem um grande volume de movimentação de carga que se equipara a uma grande cidade, como Paris”, explica Paul Timms.

Nas diversas visitas técnicas, o estudo diagnosticou que o município carece de regulamentação para um plano logístico sistematizado que amenize o impacto dos veículos que transportam carga pesada e que obstruem o trânsito da cidade. Por todas essas características, Paul Tinns explica que Cariacica possui um ambiente favorável para aplicar metodologias de acessibilidade e mobilidade urbana que deram certo em cidades da Holanda, da França.

“São medidas que começam relativamente simples, como delimitar horário ou local específico para carga e descarga no comércio da Expedito Garcia, e que vão ficando mais complexas conforme a necessidade da cidade”, reitera o especialista. Com o desenvolvimento crescente da renda do município nos últimos anos, a tendência é que cada dia mais carros e caminhões de carga passem a competir pelo espaço da cidade, tornando o planejamento logístico ainda mais necessário.

Para a Subsecretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Sonia Mareth, a análise do caso de logística em Cariacica é um grande privilégio que vai contribuir para o desenvolvimento de políticas neste setor. “Nós estamos falando sobre transporte de mercadorias de todos os portes, desde o abastecimento do supermercado até o transporte de carros para revendedoras. É todo um sistema que precisa ser otimizado para aliviar o impacto no espaço urbano”, ela explica.

O estudo sobre transferências de metodologias para logística em Cariacica entra na etapa final de análise e a expectativa é que o próximo ano seja a fase de aplicação das medidas. Segundo Sonia Mareth a idéia é montar um Fórum Permanente entre empresas, associações e poder público para discutir as possibilidades de aplicação do projeto no município.

Nenhum comentário:

Jogo Pacman